sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

"Frankenstein" Mary Shelley

FrankensteinAno: 1818

My rating: 5 of 5 stars

O meu clássico N°1 tem um novo título: "Frankenstein"

Tcharam!!!
E assim começam as leituras de 2013.

Este livro é negro, é tenso, é intenso, é destemido, é ousado, é original.
Sei que sou escritora, mas as palavras para o descrever tem de vir assim, telegrafadas, para ver se percebem o quanto gostei dele.


Ai, minha Shelley, que fizeste aqui a Lili tão contente :)

Existe um grande factor que me fez apaixonar por este livro, que justifica esta euforia toda e que talvez deva servir de aviso a quem leva as minhas opiniões a sério.

A história do Dr. Frankenstein e do seu monstro passa-se aqui na Suiça, e exactamente na zona onde vivo.  Houve, logo à partida, uma identificação com o cenário.
As descrições dos cenários dos Alpes, o lago que tantas vezes acolheu o atormentado Dr. F. e que vejo da minha janela enquanto estou a escrever este post, as míticas tempestades com trovões que me fazem duvidar se o mundo não está a acabar lá fora, os relâmpagos que tocam as águas límpidas do Leman e o parecem incendiar.

Dá para perceber melhor a minha euforia?

É o clássico preferido de sempre, mas não é perfeito.
Claro que encontrei detalhes que preferia terem sido diferentes.

O tempo de escrita.
Shelleyzita, não era melhor teres-te deixado de complicações e dares-nos uma narrativa sequente? Sem tanta história de "vou contar-te exactamente o que me aconteceu"!?

O tormento do Dr. Frankenstein.
Nós percebemos que o nosso Dr. F. estava arrependido, e que ter criado aquela Besta (não estou a ser má, ele era o pai, era o que ele lhe chamava) foi o pior dos seus crimes, mas Dr. FStein, há que assumir uma responsabilidadezita, não!? Só "ah! coitado de mim, e agora aquela besta não me deixa a bainha das calças" e "ele é tão mau", "ai... ai... ai..."

Pormenores, pormenores... deixemo-nos disto!
O que interessa é que este é o clássico dos clássicos da minha vida e que de cada vez que pousava o livros doía-me o maxilar de tanta tenção. Quando o pousei depois da última página, deu-me saudades.

Liliana



View all my reviews

8 comentários:

  1. ADOREI este livro :D

    Li-o há uns dois anos e adorei-o *.* Lembro-me que na altura foi este e o Retrato de Dorian Gray... Adorei ambos :D

    bjs*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, também já li o Dorian Gray e gostei bastante :)
      São os dois de um ambiente muito tenso...

      Eliminar
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
  2. Deves viver numa zona linda! As tempestades de que falas devem ser qualquer coisa de fantástico!

    ResponderEliminar
  3. Adorei a opinião. Ainda não li o livro, mas sempre que o vejo à venda fico mesmo com vontade de o comprar :p
    Já agora, deixei-te um selinho no meu blog :)
    Beijinhos e boas leituras

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E acrescento que te deixei mais um selinho :D

      Eliminar
  4. Amei o livro e acho-o subvalorizado!
    Não esperada nada de tão bom. Obrigada por pores o ano! Não fazia ideia de que os meus personagens do 1832 já podiam ler o "Frankenstein".

    Beijinhooos

    ResponderEliminar